Condições para inscrição

Código de conduta

A LEGALIDADE

A microfisioterapia é uma técnica de massagem. Ela se inscreve no código que a fisioterapia se compromete a respeitar. Portanto :

1.1 Até hoje na França, somente fisioterapeutas, médicos ou veterinários podem exercer a microfisioterapia .

1.2 Aquele que exerce essa técnica terapêutica ou preventiva se submete a deontologia aplicável aos médicos e aos paramédicos ; em particular, às obrigações de não-descriminação, de não proselitismo, de segredo profissional, de confraternidade e de respeito ao paciente.

2 EXERCÍCIO DA MICROFISIOTERAPIA

2.1 A microfisioterapia  pode ser praticada como massagem terapeûtica no âmbito de tratamentos convencionais na fisioterapia (ou na medicina). Nesse caso, o terapeuta deve explicar no que consiste a técnica e obter o acordo do paciente. A microfisioterapia não substitui outros atos terapêuticos prescritos. Ela é complementar.

2.2 A microfisioterapia também pode ser efetuada sem prescrição médica, como qualquer tipo de massagens. Nesse caso o microfisioterapeuta se compromete a respeitar os seguintes itens.

3 RESPEITO DA TÉCNICA E DO PACIENTE

3.1 A microfisioterapia é uma técnica de tratamento complementar que não deve se opor a medicina convencional e, principalmente, não deve substituir os tratamentos prescritos.

3.2 A microfisioterapia é uma técnica de massagens que se pratica com as mãos sobre o corpo do paciente, vestido ou não. Um tratamento efetuado sem contato com o corpo do paciente não é microfisioterapia.

3.3 Um tratamento completo em microfisioterapia comporta pelo menos um controle com correção do material extra-embrionário (terreno e cronicidade) assim como os tecidos corporais como são ensinados nos aperfeiçoamentos P1 e P2. O microfisioterapeuta se compromete a efetuar o tratamento no limite de sua capacidade. Também existe a possibilidade de um tratamento local e pontual.

3.4 As etiologias encontradas no decorrer do tratamento podem ser apontadas com discernimento. O terapeuta deve evitar qualquer julgamento  e particularmente evitar transpor os fatos passados para o presente. Ele deve também se abster de qualquer comentários ou conselhos que possa interferir com a liberdade do paciente ou invadir outras terapias, particularmente a psicoterapia.

3.5 No caso de um pedido de tratamento completo em microfisioterapia, o terapeuta se compromete a respeitar o pedido do paciente e não usar, no decorrer da consulta, nenhuma outra técnica. No caso do paciente pedir uma terapia suplementar, a tarifa da consulta será calculada em função de cada uma das técnicas.

3.6 Em geral, apenas um tratamento de microfisioterapia é necessário. Uma ou duas consultas complementares podem ser propostas nas semanas seguintes. No  caso de não haver resultados, o microfisioterapeuta saberá reconhecer seus limites e se abster de multiplicar as consultas ou de criar uma dependência no paciente.

3.7 Consultas preventivas podem ser efetuadas uma ou duas vezes ao ano.

4 RESPEITO DOS COLEGAS E DAS INSTÂNCIAS 

O microfisioterapeuta também se compromete a :

4.1 Respeitar a legislação no que se refere a faturamento segundo as indicações fornecidas pela associação dos microfisioterapeutas.

4.2 A cobrança dos honorários deve ser efetuada com tato e medida.

4.3 Não formular julgamentos e críticas sobre outros profissionais de saúde, particularmente sobre os colegas fisioterapeutas.

4.4 Não ensinar a microfisioterapia ou publicar obras relacionadas sem o acordo do CFM.

4.5 Se manter informado das evoluções da técnica para efetuar tratamentos mais completos e mais eficazes.

4.6 Somente mencionar os « benefícios » gerados por essa técnica em referência aos resultados e as avaliações efetuadas. Consciente da importância das avaliações, o microfisioterapeuta se compromete a contribuir com elas na medida de suas possibilidades.

5 RECONHECIMENTO DOS MICROFISIOTERAPEUTAS

5.1 Somente serão reconhecidos pela associação dos microfisioterapeutas, os microfisioterapeutas que se comprometem por escrito a respeitar este código de condut